Guia de Bolso: Visto americano, para ver o Tio Sam

Uma das partes mais chatas de se viajar para a América do Norte é ter que tirar o visto. O monte de processos, papéis e a incerteza de ter o visto aceito ou não faz tudo ser exaustivo. No fim, felizmente, vale a pena! 😉

 
A quem já interesse saber: eu fiz todo o processo sozinha, sem ajuda de despachante ou semelhante! É fácil e você pode poupar esse dinheiro também.
 
Confira abaixo o passo-a-passo e o vídeo explicativo que fiz contando a minha experiência.
 
O procedimento hoje em dia é feito em 3 steps, um on-line e dois presenciais:
 
– formulário DS-160 – online;
– visita ao CASV (Centro de Auxilio ao Solicitante do Visto) – presencial;
– entrevista no Consulado – presencial;
 
Antigamente, os dois passos presenciais eram realizados em um único dia. Hoje são separados em dois. Uma mudança que foi feita para agilizar as filas e reduzir os tempos de espera. Funciona, mas acaba sendo um pouco chato – principalmente para quem não mora nas cidades com Consulados e precisa deixar 2 dias inteiros somente para isso. 
 
Mas vamos aos detalhes…
 
formulário DS-160 pode ser acessado aqui e é, basicamente, como uma carta de apresentação sua a embaixada. Não se preocupe, não é redação do vestibular! Aqui você vai contar tudo sobre você, sua vida e sua viagem. É importante ser o mais sincero e transparente possível, desta maneira, o seu visto já está quase que 100% garantido. 
 
O único porém é que ele precisa ser preenchido em inglês (além de ser totalmente em inglês – explicações, respostas, etc). Para ajudar, você pode pesquisar vídeos do YT que vão passo-a-passo. Eu assisi a este guiazinho aqui (o qual cito no vídeo) e consegui preencher tudo corretamente sem erros. 
 
Feito, preenchido e enviado o formulário, você deve acessar o site da embaixada americana para agendamento da sua visita ao CASV e a entrevista no consulado. Aqui você receberá o seu boleto MRV, o qual deve pagar antes ir a qualquer um dos agendamenots.
 
No CASV, você terá suas impressões e fotos tiradas e irão comprovar se você preencheu o formulário DS-160 e pagou sua taxa MRV (leve todos os comprovantes!). Já na entrevista, você vai bater um papinho com um consul (em português, não se preocupe!) e ele irá dar o veredito sobre sua viagem. 
 
Minha dica é que você vá calmo, preenche seu formulário com amor e carinho e não transpareça nervosismo na hora da entrevista. Além disso, obviamente, é importante avaliar a sua situação e validar quais suas chances reais de ter o visto aprovado ou não. 
 
No vídeo contei mais detalhadamente minha experiência e impressões.
 
Qualquer dúvida, podem deixar no box de comentários que tentarei ajudar a todos!
‘bora viajar! ;DD